Junho 04 2007

 

 

Sei que não voltas,

Mas ainda te espero.

Sei que não há esperança

Mas continuou a rezar.

Sei que és pó na terra

Mas ainda quero abraçar o teu corpo.

Minha alma não descansa,

Meu coração não te alcança...

 

Sei que não voltas,

Sei que nunca voltarás,

Mas ainda te espero.

Sei que tua luz se apagou,

Mas espero que um dia se volte a acender.

Sei que o nosso sonho acabou

Que sem ti é me impossível viver.

 

Sei que não voltas,

Que nunca voltarás

Mas sempre

Para sempre te espero

Porque sei que ao meu lado

tu sempre estás...

 

publicado por Angelique Barros às 11:33

Simplesmente fantástico! Beijinhos
Mico a 4 de Junho de 2007 às 19:37

Perfeição de palavras =)

Parabens *
Alma a 5 de Junho de 2007 às 22:31

Lindo poema de amor...gostei um beijo cinda
cindamoledo a 6 de Junho de 2007 às 15:02

Esse poema é o relato de nobre sentimentos em belas palavras.
laís a 25 de Junho de 2011 às 16:46

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


favoritos

Anjo

links
pesquisar
 
Online
blogs SAPO