Dezembro 20 2010

Anjinho,

Não consigo apagar o sabor da dor na minha boca, o aperto na garganta.

Quando fecho os olhos aquela imagem sem cor que me sufoca, não consigo respirar mergulhada nas lágrimas que esta partida me provoca.

Penso em ti, no poder da saudade no meu peito que me desfaz, me mói por dentro, chamo-te peço que acabes com isto, que apagues lentamente tudo que ainda resta...não suporto este acumular de feridas que não saram, que não sangram, que me matam.

Doi  o meu peito de tanto chorar, de implorar...

Ajuda-me a adormecer Anjinho, porque sempre que fecho os olhos me perco na dor...ajuda-me.

publicado por Angelique Barros às 21:13

Dezembro 17 2010

 

 

 

 

 

 

publicado por Angelique Barros às 22:38

Dezembro 17 2010

Vai passar, talvez...é o que digo a mim própria a cada dia que passa, embora saiba que não vai acontecer assim tão facilmente. Custa tanto a acreditar, custa tanto a lembrar. Porquê? é a palavra mais usada, Não! a mais gasta. Espero que tenhas sido feliz suficiente, espero que tenhas sido amado suficiente. Espero que me tenhas ouvido quando me despedi, espero que me tenha ouvido quando te pedi Desculpa, sei que é tarde, é tarde demais agora mas espero que me tenhas ouvido quando sofri... olhei para ti mil vezes e ainda não acredito, arrependo-me tanto de não ter gostado quando te chateavas, ou porque estavas a ficar chato, agora gostava que voltasses mesmo se fosse o homem mais chato deste planeta, agora queria que fosse mentira....

 

Acabou,

A tua vida acabou,

A tua dor acabou

Mas a saudade ainda agora começou.

 

 

publicado por Angelique Barros às 21:58

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


favoritos

Anjo

links
pesquisar
 
Online
subscrever feeds
blogs SAPO