Janeiro 05 2011

Ainda choram os meus olhos quando te recordo e me esqueço que a vida continua, ainda choram quando vejo algo que me lembre de ti, o teu chapéu já mas russo que preto, os teu sinal, os teus poucos dentes...

Choram os meus olhos que recordam a tua última imagem, as tuas mãos dadas, os teus lábios serrados, os teus olhos fechados...

Nunca pensei que chorassem tanto, nunca pensei que doesse tanto, mas afinal, apesar da distância que sempre nos separou, das visitas, das birras...afinal tu eras o meu único avô...e agora acabou...

 

Acabou mas a dor que me aperta a garganta, magoa-me até a alma....

 

Não partiste para sempre porque continuas e continuarás no meu pensamento.

 

Se me ouves...Desculpa.

publicado por Angelique Barros às 23:22

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


favoritos

Anjo

links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO